bem-vindo

AO ÚNICO, VERDADEIRO, ORIGINAL!

curso de medicina de emergência
desde 2002

tradição

0
Anos de história

experiência

+ 0 Mil
Alunos Formados

qualidade

0 %
Avaliação bom e ótimo

Questão#32

image003-1

Homem de 73 anos, diabético, dislipidêmico, história de AVC há 2 anos, em uso de aspirina (100 mg/dia), procurou o departamento de emergência com dor anginosa típica, em repouso, irradiada para ambos os braços. EF: dor precordial ocorrendo; IMC: 26 kg/m2, peso: 80 kg. PA: 145 x 100 mmHg. SatO2: 92%.

 

Assinale a alternativa INCORRETA.

  1. Oclusão de coronária direita é o mais provável; realizar V3R, V4R, V7 e V8 pra avaliar parede posterior e ventrículo direito. Evitar nitrato e morfina inicialmente pelo risco de hipotensão.
  2. Apesar de não ter sido descrito, o mais provável é que o quadro clínico já tenha algumas horas de duração, não sendo um IAM de apresentação precoce (p.ex., 1-2 horas de evolução).
  3. Caso seja optado pela angioplastia primária, não se deve prescrever prasugrel pelo risco do paciente evoluir com sangramento no SNC.
  4. Caso seja optado pela trombólise química, deve-se optar pelos trombolíticos fibrino-específicos (tPA, rtPA ou TNK) pois são mais seguros e têm menor chance de evoluir com sangramento no SNC, se comparados com a estreptoquinase.
  5. Apesar do paciente relatar o uso de aspirina, deve-se prescrever o antiplaquetário na dose habitual de um IAM.

 Resposta abaixo:

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Resposta certa :        d.  Caso seja optado pela trombólise química, deve-se optar pelos trombolíticos fibrino-específicos (tPA, rtPA ou TNK) pois são mais seguros e têm menor chance de evoluir com sangramento no SNC, se comparados com a estreptoquinase.

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Dr. Herlon Saraiva Martins
Termos de uso & Política de Privacidade

© 2019 – Curso de Emergências – Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho